Como é o passeio pelo Capitólio dos Estados Unidos em Washington DC

Quando cheguei em Washington DC já era fim de tarde e minha cabeça ainda estava em Chicago. Pensei em pedir uma pizza e ficar por ali mesmo, na cama, arrumando as fotos da viagem que naquela altura já eram mais de mil.

Foi o moço da recepção, muito simpático por sinal, que sugeriu que eu desse um pulinho no Capitólio, talvez eu tivesse a sorte de pegar o último tour do dia.

Como o Capitólio dos Estados Unidos fica a dois quarteirões da minha dica de hospedagem em Washington DC pensei em matar o ponto de partida do National Mall o quanto antes, assim no dia seguinte eu poderia concentrar o meu roteiro nos museus que começam logo depois do Capitólio e ir caminhando em direção ao Lincoln Memorial.

Chegando no Capitólio a pé, caminhando da minha dica de hospedagem

washington-dc-capitolio-10

Essas são as costas do Capitólio

Lembro que quando fui me aproximando cada vez mais do Capitólio minhas convicções de segurança foram caindo por terra: a medida que eu caminhava eu me aproximava cada vez mais sem que ninguém me interrompesse em nenhum momento. Não vi uma única alma fardada pelo caminho.

Essa foi uma grande surpresa, mesmo em tempos de segurança neurótica um louco pensando em se explodir não teria nenhum problema.

washington-dc-capitolio-11

Cheguei em frente a esse pátio enorme e comecei a estranhar também a ausência de turistas, mas não demorei muito a perceber que eu estava na parte de trás do Capitólio, até porque não tinha nenhum National Mall em frente a ele, pelo contrário, tinha só um outro prédio razoavelmente distante, mas bem bonito por sinal:

washington-dc-capitolio-16

Olhe mais de perto:

washington-dc-capitolio-21

Desci alguns degraus seguindo as placas que indicavam o tour pelo Capitólio e vi esse pessoal de vermelho, lá embaixo, conversando com visitantes como eu:

washington-dc-capitolio-27

Passeio pelo Capitólio dos Estados Unidos

Cheguei na mesa, dei boa noite e descobri que todo mundo ali tinha agendado, pela internet e com antecedência, um tour gratuito com hora marcada pelo Capitólio e pela Biblioteca do Congresso, que era justamente aquele outro prédio bonito que mostrei.

Eis que existem vagas para desavisados que chegam ali, como eu, sem saber da missa o terço. Nossa Senhora dos Acessos, padroeira do blogueiros, reservou para mim uma das cinco últimas vagas no último tour do dia, às 17:30.

washington-dc-capitolio-28

Existem filas para visitantes com reserva e filas para párias sociais, como eu, os visitantes sem reserva:

washington-dc-capitolio-32

Cada grupinho de aproximadamente vinte visitantes são acompanhados por um guia e cada um de nós recebe um fone de ouvido para que possamos ouvi-lo sem que ele grite:

washington-dc-capitolio-34

Já começamos pelo domo, ou cúpula, que tem pouco menos de 90 metros de altura e como mostrei desde a primeira foto do post estava, infelizmente!, em reforma:

washington-dc-capitolio-41

Mesmo que tenha tapume por todos os cantos o Capitólio continua lindo: eu não vou ficar aqui dizendo tudo que aprendi pelo caminho porque parte da graça é ir descobrindo a história do lugar a medida que a gente vai passeando por ele, mas se tem uma coisa que impressiona são os detalhes, a grandiosidade e o luxo arquitetônico de um prédio construido em meados do século 19!

washington-dc-capitolio-46

Tirei algumas fotos na diagonal porque minha lente era curta e eu queria mostrar o tamanho do lugar

washington-dc-capitolio-44

O legal é que como todos os guias usam microfone predomina o silêncio no lugar, mesmo com dez grupos de vinte em uma mesma sala

washington-dc-capitolio-43

São 100 estátuas de nativos memoráveis de cada estado americano, algumas de bronze, algumas de cobre e algumas de mármore

washington-dc-capitolio-49

Tem uma história interessante sobre como essa pintura que circunda a rotunda foi feita, pena que não lembro.

Sei que ela conta a história dos Estados Unidos, mas a parte legal é que que ela terminou antes de encostar na outra ponta do desenho, provavelmente culpa do pintor, ou da morte do pintor, ou ambas as coisas, enfim, preste atenção nessa parte do passeio e volte para esclarecer essa parte do post.

washington-dc-capitolio-50

Olha como é bem bonito e segue um roteiro

washington-dc-capitolio-51

Não lembro exatamente porque tirei essa foto…

washington-dc-capitolio-56

… mas essa eu lembro, é incrível: consegue notar que um dos losangos no chão não faz parte do mármore? Ele é dourado, parece que foi colocado depois.

Ele está ali para marcar um ponto secreto no salão que permite com quem tudo seja ouvido desde que você se posicione exatamente em cima dele.

Sim, exatamente isso: quem cochicha algo no ouvido de alguém em um ponto distante dali pode ser ouvido com clareza, como se as pessoas estivessem usando uma escuta.

washington-dc-capitolio-53

O passeio dura uns bons 50 ou 60 minutos e é uma verdadeira enxurrada de informações, tem que ficar atento ao inglês do guia porque eles geralmente falam rápido e precisam cumprir o tempo proposto mesmo abrindo espaço para perguntas.

O tour termina bem próximo de onde começou, embaixo de um teto de vidro de onde é possível ver a cúpula do Capitólio. É um lugar bem tradicional onde as pessoas tiram fotos legais, mas, já sabe, eu peguei uma super reforma que durou mais de quatro meses.

washington-dc-capitolio-60

Depois a gente decide se segue viagem ou se atravessa os tuneis subterrâneos que levam à Biblioteca do Congresso.

Não sei você, mas desde que trabalhei na Disney é só ouvir tuneis subterrâneos que não penso duas vezes, vou logo entrando:

washington-dc-capitolio-63

Parece interminável, até porque você viu, lá no início do post, que a céu aberto é uma certa caminhada entre o Capitólio e a Biblioteca:

washington-dc-capitolio-64

Quando cheguei na Biblioteca do Congresso a primeira coisa que fiz foi procurar uma janela para tentar ver o Capitólio de lá, e essa foi a primeira que encontrei, com vidro, barras de ferro e um estacionamento entre nós:

washington-dc-capitolio-65

E essa é a parte de dentro, a primeira, pela qual a gente chega vindo do Capitólio:

washington-dc-capitolio-68

Olha, e é linda a bichinha viu… Foi uma sensação parecida com a que tive ao entrar no Vaticano, ainda mais eu que tive a sorte de pegar a Library of Congress razoavelmente vazia, prestes a fechar, e com uma luz linda entrando pelas janelas do andar de cima:

washington-dc-capitolio-69

Olhando para cima do andar de baixo…

washington-dc-capitolio-73

… e olhando para baixo do andar de cima!

A Biblioteca do Congresso é oficialmente a instituição cultural mais antiga dos Estados Unidos, sua história começa em 1800, cinquenta e cinco anos antes de começarem a subir o Capitólio. Ela é a maior biblioteca do país, são mais de mil quilômetros de prateleiras para suportar 33 milhões de livros em mais de 460 idiomas.

washington-dc-capitolio-66

Olha esse teto!

washington-dc-capitolio-74

Subindo um pouco mais consegui ter uma vista melhor do Capitólio…

washington-dc-capitolio-75

… e depois uma melhor ainda!

Quando a Biblioteca foi destruída pelos ingleses, em 1814, Thomas Jefferson foi visitar os destroços e ficou tão semsibilizado que decidiu doar todos os seus mais de seis mil livros para incentivar uma inevitável reconstrução. Eis que no ano seguinte começaram a reconstrução da Biblioteca com uma pegada bem megalomaníaca:

washington-dc-capitolio-77

washington-dc-capitolio-78

Inclusive, quando estive lá, pude ver a famosa Magna Carta, que é basicamente o início do Constitucionalismo, quando a monarquia inglesa começa a abrir mão de sua soberania plena:

washington-dc-capitolio-79

Já no fim do meu passeio decidi sair e dar uma olhadinha na frente do Capitólio, até então eu só conhecia suas costas.

Eu precisava olhar para a escadaria principal, para a cúpula vista de frente e depois olhar para o enorme National Mall que se estendia em frente, mas infelizmente os tapumes cercavam a maior parte da fachada do Capitólio, meu único bônus foi uma linda luz dourada de fim de tarde:

washington-dc-capitolio-02

Pelo menos a parte mais central da entrada não tinha tapume, apesar de ter um furgão estacionado:

washington-dc-capitolio-04

Como foi o seu passeio pelo Capitólio dos Estados Unidos em Washington DC? Gostou do que viu ou prefere outro tipo de programa? Quero saber como foi a sua experiência, principalmente se foi no ápice do verão, quando as atrações geralmente ficam mais cheias.

Já contratou o seu seguro médico de viagem? Conheça a World Nomads, uma empresa australiana com preços bem acessíveis e com a maior cobertura que conheço.

Já sabe onde ficar em Washington DC? Conheça o Washington Court que fica do lado do Capitólio e tem ótimas tarifas!

Já pensou em alugar carro em Washington DC? Para alugar carro nos Estados Unidos pelo menor preço pesquise em todas as locadoras de uma só vez através da Rental Cars.

Para viajar com um chip pré-pago com ligação e internet ilimitados conheça a Travel Mobile


About

Sou mineiro de Belo Horizonte, onde nasci e moro. Sou jornalista, trabalhei com assessoria de comunicação e fui repórter de turismo. Nem toda viagem é trabalho, mas depois do blog todo trabalho virou viagem! Sou @rodeiviagens no Insta.


Busque o seu hotel pelo booking.com!


'Como é o passeio pelo Capitólio dos Estados Unidos em Washington DC' has no comments

Be the first to comment this post!

Would you like to share your thoughts?

Your email address will not be published.

*

Rodei Viagens 2010 - 2017. Todos os direitos reservados. Termos de uso e política de comentários. Colabore com o blog!