Nova York: como visitar a Estátua da Liberdade

Booking PT BR 728 x 90 596x73 Nova York: como visitar a Estátua da Liberdade

Ela é linda, mas não é das mais divertidas. Não chega a ser uma barca furada, mas está longe de ser um “must do”. É legal, mas não é essencial. Pode ser um ótimo passeio nos dias menos concorridos, mas vira um inferno nos feriados e fins de semana.

Comecemos pelos contras: diariamente, três mil pessoas podem chegar até ela e apenas 240 podem subir até a coroa. Os horários de visitação à coroa são religiosamente agendados a cada vinte minutos. Simultaneamente, apenas dez pessoas podem subir os seus quase 300 degraus.

Mais um: é impossível subir com qualquer coisa que não seja máquina fotográfica. Até carteira no bolso de trás eles costumam implicar. Esteja preparado para alugar um pequeno locker.

O mais interessante sobre conhecer a coroa é passar pelo antigo forte que hoje abriga o museu da liberdade. Nele é possível acompanhar o desenvolvimento desse símbolo americano que foi presente da França e mudou a vida de muita gente que chegou ali, de navio, no início do século passado.

Não deixe de ver e fotografar a tocha original, substituída em 1986. Ela está no lobby e é impossível passar despercebida.

Mesmo quem não sobe até o topo pode subir um pouco mais e chegar à base do monumento. Subir até a coroa é dispensável: o topo, todo protegido por vidros, é quente e está longe de ser a melhor vista da cidade.

Fique esperto com os horários: existem dois procedimentos de segurança e eles podem levar tempo. O primeiro ao entrar no ferry que leva a ilha e, o segundo, ao entrar no monumento. Nos dias de verão é possível encarar filas de até duas horas apenas na segurança. Três e meia da tarde é o horário limite para dar início a visitação do monumento tendo passado por toda segurança.

Minha dica para as férias de verão é pegar o ferry antes das duas da tarde durante o mês de julho.

Hotéis econômicos em Times Square, Manhattan

Nova York: Renaissance New York Hotel 57

Nova York: Intercontinental Barclay

05111001 Nova York: como visitar a Estátua da Liberdade

A centenária “Lady Liberty”, por @darthgiorgio

Liberty Island

Para chegar em Liberty Island, a ilha da Estátua, é necessário pegar a balsa da Statue Cruises, a única empresa que te leva até lá. Os barcos saem da parte baixa de Manhattan, em Battery Park, e passam também por Ellis Island, que já pintou por aqui. Os ingressos são vendidos pela internet ou em Clinton Castle, a poucos metros de onde sai o ferry.

Para chegar até lá, pegue a linha 01 do metrô e salte na estação final, South Ferry. Saia caminhando em direção ao rio (ou procurando as placas indicando o caminho) que rapidinho você encontra o paredão circular de Clinton Castle.

Para chegar à ilha você paga os U$ 12 pelo trajeto completo do ferry, mas para acessar o museu o preço dobra. Para quem quer subir até a coroa acrescente outros três dólares.

Para compra de tíquetes, horários de funcionamento e informações sobre a Estátua, acesse o site.

Leia também Nova York: conheça cinco museus imperdíveis

Banner World Nomads 02 Nova York: como visitar a Estátua da Liberdade


About

Sou mineiro de Belo Horizonte, onde nasci e moro. Sou jornalista, trabalhei com assessoria de comunicação e fui repórter de turismo. Com mais de trinta viagens de experiência, sou guia de diversão e compras nos Estados Unidos. Nem toda viagem é trabalho, mas depois do blog todo trabalho virou viagem!


Busque o seu hotel pelo booking.com!


'Nova York: como visitar a Estátua da Liberdade' have 13 comments

  1. 16 de outubro de 2012 @ 21:07 Cida Soares

    Eu preferi pegar o ferry para Staten Island e passar pela estátua, tirei fotos e fiquei satisfeita. O passeio de ferry foi um “bate e volta”. Chegando em Staten Island, desci, porque é obrigado, e peguei o mesmo ferry para voltar. Isso não leva o dia todo e nem precisa passar por procedimento de segurança. Fica a dica.
    Outra dica, é ir para o Brooklin de metrô e voltar pela ponte do Brooklin a pé. Se for ao entardecer o skyline é fantástico para quem curte.

    Reply

  2. 9 de outubro de 2012 @ 0:31 Hugo

    E se eu quiser ver a estatua de longe? na maioria das fotos que vimos as pessoas tirando, sem ir mesmo a Ilha da estatua , como faço?

    Reply

  3. 16 de fevereiro de 2012 @ 12:32 Carla

    bom dia Tiago. Tenho dúvidas qto a como chegar ate Castle Clinton. Estou na 47Th 8Th Avenue. se eu pegar o metro como vc sugere linha 1 eu consigo chegar no Castle Clinton? Nao quero subir no pedestal nem na coroa apenas descer na ilha. Vc poderia me ajudar?

    grata

    Reply

    • 16 de fevereiro de 2012 @ 12:53 Thiago Khoury

      Oi Carla! Sim, só pegar a um e descer na última parada. De lá dá para ir andando até Castle Clinton.

      Reply

  4. 8 de novembro de 2011 @ 18:59 Teresa

    Ola Thiago! Parabens pelo Blog. Estarei em NY no Natal e gostaria de fazer o passeio de ferry. Estarei hospedada proximo ao Rockfeller Center. Preciso comprar o ticket com antecedencia. Nao tenho interesse em entrar na estatua, somente passear pela baia. Como somos um casal de idosos gostaria que a resposta levasse em consideraçao o fator idade. Que mais vc sugere…. teatro…museu.. como compraria os tickests visto que eh uma epoca de muita gente por la. Obrigada

    Reply

  5. 15 de junho de 2011 @ 6:28 Kennardya

    Thiago vou em setembro, para entrar no fort wood pega-se muita fila ou demora muito ?pois vou com criança. Seu blog é DEMAAAAAAAAAAAAAAAAAAAIS muito completo o melhor que já li, parabéns.

    Reply

  6. 3 de junho de 2011 @ 17:05 Cassiana

    olá, tem como fazer somente o passeio de barco e apenas ficar na parte do solo da estátua, sem entrar, sem ir ao museu? qto tempo leva?

    Reply

  7. 4 de dezembro de 2010 @ 11:23 Daniella B Guilhen

    ei thiago,
    mto bom o blog!!! gostaria de saber qt tempo leva (média) para fazer todo o trajeto de visitação à estatua da liberdade e o museu de imigração..
    obrigado
    dani

    Reply

    • 4 de dezembro de 2010 @ 11:52 Thiago Khoury

      Bem, com direito a subir até a coroa, acho que umas boas três, quatro horas para fazer ambas as atrações.

      Reply

  8. 5 de novembro de 2010 @ 19:42 Igor Faria

    Lembro que, dos 5 dias que passei em NY – início de 2006 -, tiramos um deles pra ir na estátua. Era Fevereiro e tava ventando muito. Acabou que não pegamos muita fila, mas só descobrimos o porquê quando chegamos lá: tava rolando alguma reforma que não nos deixou fazer muita coisa na Liberty Island. Nem o museu não estava aberto, só tinha uma tenda enooorme de – pausa dramática para vocês tentarem adivinhar o que tinha na tenda – souvenirs e lembranças de NY e da Lady Liberty.

    Não subi, mas não fez falta. Vista por vista, nada bate a do Empire States – esse que subimos e até chorei de tanto frio que fazia por lá. E as melhores fotos você bate do lado de fora dela mesmo, de preferência usando a estátua como elemento fundamental, claro. ;)

    Reply

  9. 5 de novembro de 2010 @ 14:04 Jonathan

    Thiagão,

    post muito útil kara.

    Não sabia que existiam todas essas dificuldades para visitar a Estátua da Liberdade, planejarei com antecedência quando for para NY.

    abraço,
    Jonathan

    Reply


Would you like to share your thoughts?

Your email address will not be published.

Rodei Viagens 2010 - 2014. Todos os direitos reservados. Termos de uso e política de comentários. Colabore com o blog!