Para entender melhor os bairros de Manhattan – Parte I

Update: 17 de fevereiro de 2012

07091002 Para entender melhor os bairros de Manhattan   Parte I

Manhattan, New York City

Lembre-se do conselho de quem mora na cidade: Nova Iorque vai muito além de onde os turistas estão. A quantidade de tupiniquim que perde a chance de se aventurar pelas entranhas dos bairros no sul da ilha é assustadora; saia de Times Square, rápido!

Falaremos sobre os principais bairros e regiões de Manhattan para ajudá-lo a compreender melhor o distrito. Assim você saberá quais os melhores lugares para conhecer, passear e se hospedar, tudo de acordo com o tipo de turista que você é.

Antes de continuarmos, aprenda a dividir o distrito de norte a sul

Uptown: lá em cima, no topo da ilha, não aparece no mapa ao lado. É onde está o Harlem.

Upper West Side e Upper East Side: estão lado a lado, com o Central Park entre eles.

Midtown: o miolinho onde quase tudo acontece.

Downtown: a parte que mais gosto, começa na rua 34.

Lower Manhattan: o extremo sul da ilha, que é dividido em Lower East e Lower West.

A 5a avenida é a responsável por dividir a ilha em leste e oeste (ou “east” e “west”). Por isso, as ruas que cortam as avenidas principais de cabo a rabo mudam de nome de acordo com sua posição em relação a ela, como a Houston, que é East Houston até ela e West Houston depois dela.

Lembre-se que antes de procurar um lugar ou dar as coordenadas para um taxista é essencial saber se aquele número está a leste ou oeste: passeando pela Houston, os prédios 205 W e 205 E estão a quase 20 quarteirões de distância!

Outra coisa que vale ter em mente: se as ruas cortam a cidade de leste a oeste, as avenidas cortam de norte a sul. Como você já deve ter lido antes, a maior parte das ruas e avenidas possuem números no lugar dos nomes.

Saiba também que não existe uma 4a avenida: entre a 3a e 5a existem outras três com nomes especiais; Lexington, Park e Madison, nessa ordem.

E a Broadway, está paralela a quem? A ninguém. A Broadway aparece cortando a ilha na diagonal de baixo para cima sem nenhum tipo de planejamento urbano. Confira no mapa: só ao passar por Upper West Side ela volta a ficar reta novamente.

Ah, outra: não estranhe quando ouvir alguém chamar a 9a de Columbus ou a 10a de Amsterdam. Algumas avenidas trocam seus nomes diversas vezes de acordo com a região ou o bairro pela qual passam, mas você pode se ater ao nome mais comum, como 9a ou 10a.

Passeando pela cidade você perceberá que muitos bairros se misturam, por isso, não se preocupe com delimitações geográficas, preocupe-se em vencê-las :)

Esse post continua aqui.

Procure todas as minhas dicas de hospedagem em Manhattan aqui, são muitas! Para contratar um seguro de viagem leia sobre a World Nomads, uma empresa australiana com preços bem acessíveis e com a maior cobertura que conheço.


About

Sou mineiro de Belo Horizonte, onde nasci e moro. Sou jornalista, trabalhei com assessoria de comunicação e fui repórter de turismo. Nem toda viagem é trabalho, mas depois do blog todo trabalho virou viagem! Sou @rodeiviagens no Insta.


Busque o seu hotel pelo booking.com!


'Para entender melhor os bairros de Manhattan – Parte I' has no comments

Be the first to comment this post!

Would you like to share your thoughts?

Your email address will not be published.

Rodei Viagens 2010 - 2014. Todos os direitos reservados. Termos de uso e política de comentários. Colabore com o blog!